REGIÃO
REGIÃO

05/09/2017 15h00

Curiosidades da música para o rádio

Projeto do Conservatório em parceria com 107FM inclui dicas e informações na programação da emissora


Instrumentos como violino, viola, violoncelo e contrabaixo são tocados com um arco. Você sabia que este arco é feito com madeira e crina de cavalo? E sabia que a madeira mais usada em arcos no mundo todo é o nosso pau-brasil? Esta e outras curiosidades da música agora podem ser ouvidas diariamente na 107 FM. Trata-se do projeto “Notas Musicais”, uma iniciativa do Conservatório de Tatuí – instituição do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria da Cultura do Estado – e da Central de Rádio.

Com até dois minutos de duração, cada programa descreve um instrumento ou um termo habitual do universo da música, e apresenta informações pouco divulgadas sobre o tema. Pesquisa e locução são feitas pelo diretor executivo do Conservatório de Tatuí, Henrique Autran Dourado. “Escolho uma palavra, um instrumento, por exemplo: explico como ele é, qual é a origem dele, como é usado. Uso verbetes do ‘Dicionário de termos e expressões da música’, de minha autoria (Editora 34, 2004). Mas improviso bastante, porque não adianta falar em ‘eruditês’. É importante ser simples e divertido”, comenta.

Dourado lembra que tem boa experiência com rádio, como no programa “Sinfonia Cultura”, que comandou ao lado do jornalista e humorista Marcelo Tas na Cultura FM. Cada edição trazia um concerto e cabia aos apresentadores comentar a obra executada. “Era engraçado e lotava o auditório, porque as pessoas querem ouvir alguma coisa, alguma explicação para se sentirem dentro da música.” Ele acrescenta que, com “Notas Musicais”, seu objetivo é disseminar conhecimento, porém sem a rigidez do mundo acadêmico: “Minha remuneração é saber que estou passando o recado de forma didática, mas de uma forma indolor, sem ter que sentar no banco da escola, sem entrar na teoria. Um dia falo de samba de enredo, no outro falo de cantata, misturando gêneros, estilos, idiomas”.

De acordo com o diretor artístico da Central de Rádio, Marcus Victório Cosenza, o Funga, cada edição do “Notas Musicais” é veiculada três vezes por dia na programação da emissora, inclusive aos finais de semana. “O professor Henrique fala de música de A a Z e envolve tudo que está relacionado à produção musical: instrumentos, apresentação vocal, dança. O projeto está no ar há cerca de um mês e já temos um retorno muito bom dos ouvintes. As pessoas interagem, ligam, comentam. Até abordam o professor na rua tecendo elogios”, destaca.

Concertos na íntegra

O projeto também leva ao ar o programa “Prata da Casa”. Todo domingo, às 21 horas, a 107 FM transmite, na íntegra, um concerto realizado no Teatro Procópio Ferreira. “Apresentamos gravações antigas por enquanto, mas a ideia é que, em certo momento, possamos transmitir os concertos ao vivo. É uma oportunidade de levar a música para pessoas que não podem ir ao teatro, seja por problema de saúde, locomoção ou outro motivo”, salienta Dourado.

Para ele, além de levar à população uma amostra do que circula dentro do Conservatório de Tatuí, a iniciativa traz uma grande satisfação pessoal e profissional: “É um prazer para mim estar difundindo um pouquinho de conhecimento. Acho que é nossa missão, além de tocar e fazer tocar, ensinar e difundir conhecimento. A população precisa ter acesso à música, despertar o interesse pela música". Cosenza acrescenta: “Queremos mostrar um pouco do que é produzido por professores e alunos do Conservatório de Tatuí, o que é produzido dentro da Capital da Música”.

Créditos: Divulgação/Conservatório de Tatuí

Apoio Cultural – O Conservatório de Tatuí orgulha-se de receber apoio cultural da Coop e CCR SPVias.