CUIDE-SE
SAÚDE

20/04/2018 16h09 - Atualizado em 20/04/2018 16h10

Grupo BOS irá administrar unidade da Rede de Reabilitação Lucy Montoro

Unidade, responsável por 48 municípios, irá realizar mais de 3,5 mil atendimentos mensais


Inauguração da Rede Lucy Montoro em Sorocaba - Foto Gilberto Marques - Governo/SP 

A unidade da Rede de Reabilitação Lucy Montoro em Sorocaba, foi inaugurada oficialmente em evento realizado no último dia 30 de abril. A cerimônia contou com a presença do então governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, do diretor do Grupo BOS, Pascoal Martinez Munhoz e autoridades de toda a região. O centro funcionará em prédio próprio, construído ao lado do antigo Hospital Regional de Sorocaba, no bairro Vergueiro. A gestão e os atendimentos serão de responsabilidade do Grupo BOS. O início das atividades está previsto para o mês de junho.

 

A escolha do Grupo BOS para gestão do centro foi feita por meio de uma proposta de chamamento público, vencida pelo BOS, em que participaram diversas instituições. Para que a unidade funcione com excelência, estão previstas a contratação de, pelo menos, 60 profissionais, com previsão de que o número chegue a 100, quando a o centro de reabilitação atingir a capacidade máxima de atendimento.

 

Dentro do contrato firmado com o Governo do Estado de São Paulo, estão previstos mais de 3,5 mil atendimentos mensais, entre consultas, retornos, acompanhamentos, fisioterapias e demais serviços que serão disponibilizados à população.

 

A unidade Lucy Montoro de Sorocaba será responsável por 48 municípios da região, que fazem parte da Diretoria Regional de Saúde de Sorocaba (DRS-16) e funcionará em período integral, no mínimo 5 dias por semana, e dentro da necessidade, aos sábados, em turno parcial.

 

O centro contará, em todos os horários, com equipe composta por médicos fisiatras, profissionais de enfermagem, assistentes sociais, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, profissional de educação física, e em regime flexível, poderá haver apoio de profissional da nutrição.

 

Haverá, também, o serviço de reabilitação visual, que deverá atender crianças e adolescentes de até 15 anos, nas seguintes condições: cegueira e visão subnormal, cataratas congênitas, transtornos da coroide e da retina, glaucoma, transtornos do nervo óptico e das vias ópticas e atrofia óptica. Esta equipe será composta por oftalmologista, ortopedista, pedagogo, assistente social, psicólogo e profissional especializado em orientação e mobilidade.

 

Fonte/Foto: Q Notícia